Posso colocar energia solar em um imóvel alugado?

O avanço da energia solar no Brasil é notável. Seja na cidade ou no interior, cada vez vemos mais telhados repletos de painéis solares. Uma dúvida comum dos consumidores é se a energia solar também é uma opção para quem ocupa um imóvel alugado. Muitos nem consideram essa opção porque acreditam que o sistema fotovoltaico não pode ser transportado de um local para outro.

Neste texto vamos falar sobre como é feita a instalação deste tipo de sistema e como ele pode ser utilizado em um imóvel alugado.

Como é feita a instalação de um sistema fotovoltaico?

A instalação pode ser separada em quatro etapas, são elas:

Fixação da estrutura no telhado

Para cada tipo de telhado existe uma estrutura feita especificamente para ele. Os pontos de fixação são escolhidos estrategicamente para não causar infiltrações de água, sempre na parte mais alta da telha, vedados com uma borracha de isolação que faz parte da estrutura e ainda cobertos pelo painel solar.

Instalação dos painéis na estrutura:

Os painéis são presos na estrutura também com peças específicas para esta finalidade, toda a estrutura que usamos é feita de alumínio e aço inoxidável, afinal um investimento com expectativa de vida maior que 25 anos precisa de materiais que não enferrujam nunca.

Conexões elétricas:

Para conectar eletricamente os painéis na rede elétrica da casa não são necessárias maiores modificações na rede. Esta tarefa pode ser feita de forma bem discreta mas ainda assim exige um profissional da área pois envolve riscos.

Configuração do sistema:

Por fim o sistema deve ser acionado e configurado para o cliente final conseguir acompanhar a produção de energia de casa ou pelo celular.

O que impede de instalar um sistema de energia solar em imóvel alugado?

Quando olhamos para a parte técnica, não existe nada impedindo o uso da energia solar em imóveis alugados. Tanto o proprietário pode instalar o sistema e cobrar mais no aluguel por isso quanto o inquilino pode, com autorização do proprietário, instalar seu sistema ali temporariamente.

O sistema pode ser retirado de um local e reinstalado em outro depois. O processo envolve custos mas estes podem ser acordados já no momento da instalação, assim o cliente sabe quanto tempo ele precisa manter o sistema para que o investimento faça sentido. De forma geral podemos dizer que se o inquilino pretende ficar no imóvel por mais três anos a energia solar é uma ótima opção de investimento.

Quem mais pode usufruir de energia solar e não sabe?

Quem mora em apartamentos também pode se beneficiar da energia fotovoltaica. O sistema pode ser dimensionado para suprir a energia das áreas comuns de um condomínio, como iluminação, salão de festas e elevadores. Caso o sistema gere mais energia que o condomínio consome, o saldo ainda pode ser dividido entre os apartamentos. Um projeto assim reduz a taxa de condomínio e pode ainda trazer economia na conta de luz de cada apartamento.

Descobriu que você também pode ser beneficiado pela energia solar? Peça seu orçamento e lembre de nos seguir no Instagram para acompanhar nossos conteúdos.

 

 

Eduardo Troller
Eduardo Troller
Diretor da Geração Solar Engenharia e Eng. Eletricista formado na UFRGS